Rui Falcão defende Lula presidente do PT: réu não é condenado


Por Cíntia Kelly e Aparecido Silva | Fotos: Gilberto Junior//Bocão News

O atual presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Rui Falcão, defende que o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, seja seu sucessor no comando da legenda. Em conversa com o Bocão News na chegada ao evento do Movimento dos Sem Terra (MST), no Parque de Exposições, em Salvador, na manhã dessa quarta-feira (11), o petista disse que Lula tem a capacidade de unificar a sigla.

"Tenho insistido muito para que Lula seja meu sucessor. Teremos um mandato de dois anos agora e ele aglutina, unifica, nos ajuda a superar os problemas de hoje. E isso também facilita a movimentação dele pelo paíss. Ele precisa ser convencido, tem muita gente defendendo isso", afirmou.

Questionado se o fato de Lula ser réu em processos na Lava Jato não seria um impeditivo para o líder comandar a agremiação, o dirigente minimizou a situação. "Réu naão é condenado. É um processo viciado, cujo objetivo é criar expectativa de que ele tem impedimento", apontou.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

PT da Bahia inicia debate sobre expulsão de Suíca e Moises nesta semana

Política

Vídeo: grito em prol de ex-presidente Lula toma conta do Lollapalooza

Política

“Nem Moro, nem Dallagnol tem a honestidade que eu tenho nessa vida”, diz Lula

Política

Rui Falcão critica Lava Jato em debate sobre a operação

Política

Lula informa ao comando do PT que não será presidente do partido