Salvador

Empresários prometem justa causa a rodoviário que aderir ao “catraca livre”

[Empresários prometem justa causa a rodoviário que aderir ao “catraca livre”]
22 de Maio de 2018 às 20:34 Por: Arquivo BNews Por: Tamirys Machado0comentários

O movimento “Catraca Livre” que ganhou força nessa terça-feira (22), após os rodoviários decretarem greve por tempo indeterminado a partir da meia noite desta quarta-feira (23), foi rechaçado pelos empresários. Em conversa com o BNews, Jorge Castro, diretor do Integra, consórcio que administra o sistema de transporte público da cidade e representa o setor patronal, disse que a atitude é ilegal e cabe justa causa. Além disso, Castro afirmou que pode descontar do salário do rodoviário o valor da tarifa, baseado na quantidade de pessoas que adentraram aos ônibus. 

“Se ele (o rodoviário) fizer isso estará cometendo uma fraude a própria lei de greve, sujeito a justa causa. É muito perigoso, é irresponsabilidade. Quem vai pagar o combustível?”, questiona. Não pode trabalhar e descumprir as regras do trabalho. Usando matéria do seu patrão para cometer uma ilegalidade. O patrimônio é da empresa, combustível, ônibus, etc, eles não podem usar do nosso patrimônio e fazer o que bem quer”, rebateu, argumentando que a empresa tem um custo e esse custo sai do valor da passagem. 

Ele argumentou ainda que o “Catraca Livre” é uma forma de lesar o patrão. “Ele estará roubando o combustível, lesando. Além da justa causa, disso sofrer o risco de eu cobrar dele. Ele é obrigado a cobrar a passagem. Se não cobra, paga com o salário dele”. 
Jorge Castro explicou o porquê não chegou a um acordo com o Sindicato dos Rodoviários. “Faltou possibilidade. Ele quer 6%, não posso dar. Entramos na justiça do trabalho. Sá o Tribunal para julgar”, afirmou. 


Sobre a acusação do prefeito ACM Neto que os empresários têm interesse na greve, ele preferiu não polemizar. “Não vou discutir com o prefeito da cidade. Ele tem uma observação, não sou eu que vou fazer um contratempo”, pontuou.  

Matérias relacionadas: 

Empresários apresentam proposta de reajuste de 1,69% a rodoviários, diz Fábio Mota

Justiça determina manutenção de 50% da frota de ônibus durante greve dos rodoviários em Salvador

Catraca livre: ônibus podem circular de graça durante greve a partir desta quarta (23)
Em assembleia geral, rodoviários oficializam greve a partir desta quarta-feira (23)
Prefeitura disponibiliza 1.600 veículos alternativos durante a greve dos rodoviários
Veja vídeo: rodoviários gritam “greve” em votação que determinou paralisação 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas