Política

Com Argôlo na cadeia, Pastor Luciano se torna 1º suplente de deputado federa

[Com Argôlo na cadeia, Pastor Luciano se torna 1º suplente de deputado federa]
12 de Abril de 2015 às 06:44 Por: David Mendes (Twitter:@__davidmendes)0comentários

Com a prisão do ex-deputado federal Luiz Argôlo (SD) nesta sexta-feira (10), durante a 11ª etapa da Operação Lava Jato, o candidato a deputado federal nas eleições do ano passado, Luciano Braga (DEM), se torna o 1º suplente da chapa oposicionista na Bahia.

Aliado do governo petista no estado, Argôlo apoiou o então candidato e hoje governador Rui Costa (PT) nas eleições do ano passado, mas o seu partido, o Solidariedade, após disputa interna, capitaneada pelo deputado federal Arthur Maia, levou o partido para a chapa oposicionista, liderada pelo candidato derrotado Paulo Souto (DEM). Na proporcional, a legenda compôs com o DEM, PMDB, PSDB, PTN, SD, PROS, PRB e PSC.

No pleito do ano passado, mesmo com os escândalos de corrupção e da sua ligação com o doleiro Alberto Youssef, preso pela Polícia Federal (PF), Argôlo tentou a reeleição e obteve 63,6 mil votos, o que lhe conferiu o título de 1º suplente à vaga de deputado federal. O investigado chegou a ser diplomado pela Justiça Eleitoral, entretando, como está preso em uma cela na sede da Polícia Federal no Paraná, o político fica impedido de assumir o possível mandato parlamentar. Também nesta sexta, O diretório estadual do Solidariedade decidiu pela suspensão das atividades partidárias de Argôlo. 

O político é suspeito de ter ligações com o doleiro Youssef e, segundo a PF, há indícios de que ele "tratava-se de um cliente dos serviços prestados por Youssef, por vezes repassando dinheiro de origem aparentemente ilícita, intermediando contatos em empresas, recebendo pagamentos, inclusive tendo suas atividades operacionais financiadas pelo doleiro".

Luciano Braga

O candidato Luciano Braga, do Democratas, cravou 61,8 mil votos no pleito do ano passado e ficou na 2ª suplência. Ligado à Igreja Universal das Graças de Deus, Pastor Luciano, como é conhecido, concentra sua atuação em Salvador e chegou a ser vereador na capital baiana.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Publicada no dia 11 de abril de 2015, às 10h34

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas