Polícia

Greve da PM: ameaça gera insegurança em Feira de Santana

[Greve da PM: ameaça gera insegurança em Feira de Santana]
02 de Fevereiro de 2012 às 14:45 Por: Fabíola Lima0comentários
Pânico e confusão em Feira de Santana por conta das ameaças de greve da Polícia Militar. De acordo com um internauta no Twitter do site, nesta quinta-feira (2) houve arrastão no centro comercial da cidade e bandidos teriam invadido algumas lojas.



A redação do Bocão News tentou sem sucesso falar com a delegacia local, mas segundo o servidor no posto da Polícia Rodoviária Federal, as primeiras informações dão conta de que um arrastão iniciou na manhã de hoje todas as lojas foram fechadas. O servidor, que preferiu não ser identificado, informou ainda que a Polícia Militar de Feira está de parada desde o início do movimento da categoria


De acordo com Andreana Belmonte, em Feira, a situação está caótica. “Tem bandido por todos os cantos no centro, todos os cantos da cidade roubando as pessoas. Até os ônibus pararam por aqui”,  relatou assustada. 
 

Mas em Salvador, também na manhã de hoje, o procurador-geral do Estado, Marco Sampaio, e o juiz da 6ª Vara da Fazenda Pública, Ruy Eduardo Almeida Britto, explicaram decisão judicial que considerou ilegal a greve da Polícia Militar da Bahia. Os principais argumentos apresentados foram com relação ao risco para os cidadãos justamente na proximidade de festas como Yemanjá, que acontece nesta quinta, e Carnaval, daqui a duas semanas. Segundo o juiz, a decisão foi encaminhada ao presidente da Aspar, soldado Prisco, através de fax, celular e oficial de justiça. Os grevistas ainda não se manifestaram sobre o assunto.

Foto: Roberto Viana

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas