Política

Servidores do Incra debatem reestruturação do órgão

[Servidores do Incra debatem reestruturação do órgão]
12 de Dezembro de 2011 às 21:18 Por: Redação Bocão News0comentários
A política nacional de reestruturação do Incra, as ações de valorização dos servidores, concursos públicos, melhores condições de trabalho e o fortalecimento do plano de saúde foram os principais pontos debatidos no encontro de entidades, associações e confederações, realizado na manhã desta segunda-feira (12), na sede do Incra em Salvador. Na abertura dos trabalhos, o deputado estadual Marcelino Galo compareceu e fez uma breve explanação de como foi a reforma agrária no Brasil em 2011, além de fundamentar a importância do debate aberto com os servidores novos do Incra sobre a reestruturação do órgão.
 
“O ano de 2011 foi triste para a reforma agrária, apenas seis mil famílias foram assentadas e não houve nenhuma desapropriação, inclusive essas famílias foram assentadas em áreas já regularizadas. E esse pode ser o preço do progresso que o Brasil está pagando, deixando de lado a reforma agrária”, pontua o parlamentar petista.
 
O encontro é realizado pela Confederação Nacional das Associações dos Servidores do Incra (Cnasi), em conjunto com a Fundação Assistencial dos Servidores do Incra (Fassincra), Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), sindicatos e associações locais. “Essa ação pretende visitar, esse ano, 20 diferentes órgãos e outros 10 encontros estão planejados para acontecerem em 2012. A reestruturação do Incra está sendo discutida de forma fechada, sem a participação dos servidores e isso tem de mudar, pois mais de 10 milhões de pessoas dependem diretamente das ações do Incra e, se tem uma reestruturação, ela deve ser debatida com todos. Na Bahia, por exemplo, existem apenas duas unidades do Incra e 200 servidores, porque não ter mais unidades e mil servidores, já que o estado é enorme?”, argumentou o diretor nacional do Cnasi, Reginaldo Aguiar.
 
Também foi debatido o fortalecimento do Plano de Saúde dos servidores do Incra, que foi ressaltado pela diretora executiva da Fassincra, Maria de Jesus Santana. “O plano de saúde é um problema para os servidores, pois há uma defasagem de recursos e a vinda aqui para a Bahia é para buscar esse fortalecimento do plano de saúde que foi defendido pelas entidades e associações”, declara. Ainda na abertura do evento na Bahia, houve a apresentação do Coral do Irdeb, com mais de 20 servidores, sob a regência do maestro Magno Aguiar, entoando três músicas: Bicho de 7 Cabeças (Geraldo Azevedo), Comida (Titãs) e Nosso Senhor do Bomfim.

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas