Política

Sindicato acata propostas do governo e Conder pode não ser extinta

[Sindicato acata propostas do governo e Conder pode não ser extinta ]
07 de Dezembro de 2018 às 13:23 Por: Gilberto Júnior/Arquivo/BNews Por: Fernanda Chagas0comentários

Após assembleia, o sindicato dos servidores da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) decidiu por acatar propostas acordadas com o governo do estado e a companhia pode não ser extinta. 

Dentre as pautas referendadas estão o plano de demissão voluntária (PDV), de forma a dar uma enxugada no quadro de pessoal do órgão; o pagamento por parte do governo de um salário e meio a cada cinco anos e a migração dos funcionários para o Planserv. 

“Ainda, a ocupação dos cargos comissionados por pelo menos 20% e 50% na próxima gestão e a reparação dos processos judiciais em curso através de acordos. Ou seja, encaminhamos todas essas propostas, cujas negociações já estavam em curso para a comissão patronal e estamos no aguardo de uma resposta, confiantes de que não haverá exclusão de uma empresa tão importante”, enfatizou o presidente da Associação de Servidores da Conder, José Augusto Pinto, em conversa com o BNews

A Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb) e a Casa Civil são responsáveis pela condução do processo. Caso não haja acordo uma superintendência será criada com as atividades, que ficará dentro da estrutura da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur). 

Neste formato, seriam criados 283 cargos na superintendência. Até a próxima terça-feira (11), a situação precisa ser definida, já que, para esta data, está prevista a votação na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) do projeto de lei da reforma administrativa. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas