Política

Coronel afirma que Rui avalia mudança na PEC que altera teto do funcionalismo público estadual

[Coronel afirma que Rui avalia mudança na PEC que altera teto do funcionalismo público estadual]
06 de Dezembro de 2018 às 17:45 Por: Adenilson Nunes // BNews Por: Bruno Luiz e Rafael Albuquerque0comentários

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Angelo Coronel (PSD) afirmou nesta quinta-feira (6) que o governador Rui Costa está estudando fazer mudanças no texto da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que coloca o salário dele como teto do funcionalismo público do estado.

A alteração é reivindicada pelos servidores da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz), que temem perdas nos salários com a PEC. Nesta quinta, Coronel se reuniu com integrantes do Sindsefaz, sindicato da categoria, para discutir o assunto.

"O governador está muito sensível à solicitação dos fazendários. Estamos lavrando uma emenda para que a gente possa amenizar essa grande problemática que está acontecendo com os fazendários. Ainda no dia de hoje teremos uma solução acordada com o governo pra que a gente possa com isso manter a serenidade e a paz dos servidores do estados", afirmou o presidente da Casa, em entrevista ao BNews. A mudança, no entanto, seria restrita apenas aos vencimentos dos fazendários.

Questionado, então, sobre qual seria a solução para o impasse, Coronel respondeu: "Os fazendários que estão reunidos comigo estão querendo que a gente mude o texto da PEC, retirando o subsídio do governador como teto máximo, e volte a ser o subsídio dos desembargadores. Está sendo estudado isso, a possibilidade de fazer alteração nesse texto".

A PEC enviada pelo Executivo à AL-BA prevê que o teto da remuneração do funcionalismo estadual seja o salário do governador, de aproximadamente R$ 22 mil. Assim, ele não seguiria mais o valor recebido pelos desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que chegará aos R$ 39 mil com o recente aumento nos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) - os salários do Judiciário seguem o do STF.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas