Política

Defesa de Joesley entra com pedido de liberdade

[Defesa de Joesley entra com pedido de liberdade]
10 de Novembro de 2018 às 17:11 Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil Por: Redação BNews0comentários

A defesa do empresário da J&F, Joesley Batista, solicitou a revogação da prisão decretada contra ele pelo Tribunal Regional Federal (TRF1) da 1º Região em Belo Horizonte. De acordo com o advogado André Callegari, a prisão temporária foi decretada para que Joesley fosse ouvido e entregasse documentos solicitados pela Justiça e, como a Polícia Federal (PF) já colheu o depoimento do empresário e os mandados de busca e apreensão também foram cumpridos, não haveria mais a necessidade da prisão.

A solicitação de soltura foi feita à desembargadora Mônica Sifuentes, que expediu os mandados durante a Operação Capitu. Além do dono da JBS, Polícia Federal prendeu na sexta-feira (9) o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB) e outras 17 investigados pelo pagamento de propina a servidores e agentes políticos do Ministério da Agricultura e da Câmara dos Deputados.

Foram 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária cumpridos em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso, Paraíba e no Distrito Federal. Segundo a PF, os envolvidos prejudicaram a instrução criminal ao tentar "desviar a linha de apuração adequada ao correto esclarecimentos dos fatos". 

“Eles omitiram informações de que as empresas teriam ocultado e destruído parte do material probatório. Há, inclusive, indícios de que foram destruídas provas no gabinete de um lobista. Outras provas foram escondidas. Ao omitir essas informações, eles prejudicaram a qualidade da colaboração”, afirmou o delegado Mário Veloso.
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas