Política

Funcionários de entidades ligadas a Angelo Coronel são exonerados da Alba

[Funcionários de entidades ligadas a Angelo Coronel são exonerados da Alba]
13 de Junho de 2018 às 18:00 Por: Divulgação Por: João Pedro Pitombo/Folhapress0comentários

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia e pré-candidato ao Senado, Angelo Coronel (PSD), exonerou nesta semana dois servidores de seu gabinete.

As exonerações foram feitas após a Folha revelar nesta terça-feira (12) que quatro funcionários no gabinete do deputado comandam empresas ou entidades com contratos e convênios com prefeituras, governo e Assembleia baiana.

Foram exonerados de seus respectivos cargos na Assembleia os servidores Alexandre Pereira da Silva e Eurico Isaac Bonfim.

Alexandre e Eurico comandam a Family Cred Soluções, empresa que gerencia cartões de tíquete combustível.

A empresa firmou contratos para gestão de combustíveis com as prefeituras de Aporá, Malhada de Pedras, Itapebi, Mascote, Ipiaú e Dom Basílio. Um deles, o de Ipiaú, foi contestado pelo Tribunal de Contas. Auditores constataram “desvantagem ao município”.

Alexandre também atua na Family Cred Clube de Seguros que administra cartões de benefícios a servidores públicos mediante desconto em folha de pagamento e atende a servidores do governo, Assembleia e prefeituras.

O serviço funciona com o software Cellpago, desenvolvido pelo Grupo Corel, conglomerado de empresas que pertence ao deputado.

O mesmo servidor também comanda a entidade que tem a concessão Coração FM, rádio comunitária na cidade de Coração de Maria, base eleitoral do deputado, que também é apresentada como um dos braços do Grupo Corel no setor de comunicação.

Angelo Coronel nega irregularidades nas entidades e empresas geridas por seus funcionários e diz que não tem ingerência sobre elas. Também afirma que as entidades não geram lucro, mas apenas dividendos políticos.

Procurada, a assessoria do deputado ainda não se pronunciou sobre as exonerações.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas