Política

Servidores bloqueiam Rua Chile e paralisam por 72h contra projeto da prefeitura que retira gratificações

[Servidores bloqueiam Rua Chile e paralisam por 72h contra projeto da prefeitura que retira gratificações ]
13 de Junho de 2018 às 15:47 Por: Bnews Por: Juliana Nobre0comentários

Servidores municipais de Salvador bloquearam a Rua Chile, no Centro da capital baiana, na tarde desta quarta-feira (13), em protesto contra o projeto de lei que retira gratificações e faz mudanças no plano de cargos e salários de todas as categorias de funcionários públicos. A matéria está em tramitação na Câmara de Vereadores e será votada na próxima segunda-feira (18). Desde ontem a sessão na Casa não abre por falta de quórum.

Nesta terça-feira (12), mais de 150 servidores protestaram em frente a Casa Legislativa. Sessenta deles adentraram as galerias para debaterem, mas apenas cinco vereadores registraram presença. O mínimo é de 22 edis. 

A questão é que os vereadores da base do prefeito ACM Neto contrários à proposta não querem ter o desgaste que a aprovação do projeto trará. Portanto, a sessão de hoje também não foi aberta por falta de quórum.

Paralisação – Os servidores realizaram uma assembleia na Rua Chile e decidiram por paralisarem as atividades a partir da próxima segunda-feira (18) – dia da votação do projeto – por 72h. Mesmo com a paralisação, os servidores continuarão com as manifestações na Câmara.

Projeto -  Na matéria, o prefeito diz que “caso a administração municipal não promova a Avaliação de Desempenho e Aquisição de Competências a cada ano, todos os servidores que tenham cumprido as condições estabelecidas nos I e II, do art. 36 farão jus, automaticamente, à progressão”.

Neto aponta que a retirada do benefício é para que todos os servidores tenham o mesmo tratamento no que se refere à progressão após a avaliação. O PLC também cria gratificações e cargos na administração municipal. São 33 gratificações ou adicionais. A nova gratificação corresponderá a até 40% sobre o nível 1 da tabela de vencimentos do cargo efetivo ocupado pelo servidor municipal. Serão criados os seguintes cargos: nove cargos na Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer (Semtel); 16 cargos na Secretaria de Comunicação.

Matérias relacionadas:

Por falta de quórum, sessão na Câmara cai e servidores protestam: falta de respeito

ACM Neto é inimigo dos servidores, acusa presidente da associação dos servidores municipais 

Projeto que retira gratificações de servidores é aprovado na CCJ, mas aliado de Neto apresenta emenda contrária

Prefeito retira gratificação e servidores da Saúde protestam na Câmara de Salvador

Vereadores da oposição e governo não apoiam projeto da prefeitura que retira benefício de servidores da Saúde

 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas