Política

Assessores de Maurício Trindade tiveram prisões decretadas em processo contra Elinaldo 

[Assessores de Maurício Trindade tiveram prisões decretadas em processo contra Elinaldo ]
20 de Novembro de 2017 às 19:55 Por: Arquivo / Bocão News Por: Redação BNews0comentários

Dois dos quatro assessores parentes do prefeito de Camaçari, Antônio Elinaldo (DEM), lotados no gabinete do vereador Maurício Trindade (DEM) na Câmara de Salvador enfrentaram com o chefe do Executivo camaçariense ação criminal desde 2015. Cristiano Araújo da Silva e Ivan Pedro Moreira de Souza, que são irmão e cunhado do democrataa, foram arrolados como réus e tiveram prisão decretada por fazerem movimentações bancárias, de acordo com o judiciário, em nome de Elinaldo no valor de R$ 4 milhões. 

Os três citados tiveram prisões decretas e foram investigados pelos crimes de sonegação fiscal, organização criminosa, lavagem dinheiro e jogos de azar (contravenção penal), como os demais também. Cristiano está empregado na Câmara de Salvador com o valor de R$ 6.596,04 e Ivan Pedro com o valor de R$ 8.994,54. Ambos não foram exonerados das funções.

O Ministério Público da Bahia busca informações para emitir recomendação ao legislativo soteropolitano que só permita a nomeação de um membro por família no mesmo gabinete. 

 

Matéria relacionada:

Ministério Público pede volta de Antonio Elinaldo à prisão
 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas