Política

JBS fez dossiê sobre amigo de Michel Temer

[JBS fez dossiê sobre amigo de Michel Temer]
29 de Maio de 2017 às 08:53 Por: Diorio/Estadão Por: Redação BNews0comentários
Em meio aos documentos entregues pela JBS ao Ministério Público Federal (MPF), 20 páginas que foram registradas com os números de 185 a 2014 no apenso 14 da delação mostram que os irmãos Batista produziram um dossiê sobre as atividades do coronel reformado da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho. Amigo do presidente Michel Temer, Lima é apontado pelos delatores da JBS como um dos destinarários de repasses ilícitos.
 
De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, suspeitas envolvendo o nome de Lima surgiram em 2016. Segundo as investigações, de 2011 a 2016, durante o período em que Temer ocupou a vice-presidência, a Argeplan do coronel recebeu R$ 1,1 milhão por serviços em uma ferrovia e uma estrada federal, além de obter contratos na Secretaria de Aviação Civil e na usina nuclear de Angra 3.
 
O dossiê da JBS afirma que a empresa foi aberta em 1976, como um pequeno escritório de arquitetura em nome de Carlos Alberto Costa. Em 2011, Lima teria sido admitido na empresa com um capital de R$ 250 mil.
 
A JBS estava atrás de vínculos entre Lima e outro amigo de Temer, o ex-assessor especial do Planalto, José Yunes. "Não encontramos nenhum vínculo ou indícios de relacionamento comercial entre a Argeplan e José Yunes". O documento também traz um anexo que mostra suposto repasse de R$ 15 milhões para Temer em forma de propina durante a campanha eleitoral de 2014. 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas