Esporte

Sem Balbininho, Salvador continua sem quadra poliesportiva e piscina olímpica

[Sem Balbininho, Salvador continua sem quadra poliesportiva e piscina olímpica]
27 de Junho de 2014 às 16:50 Por: Juliana Nobre (Twitter: @julianafrnobre)0comentários

Antes de ser demolido em 2010, o Ginásio Esportivo Antônio Balbino, o Balbininho era o único equipamento que abrigava o esporte olímpico da capital baiana. Entretanto, o projeto de um novo centro poliesportivo, que deverá ser construído após a Copa do Mundo, ainda não tem data para ser iniciado. Além do ginásio, a piscina olpimpica também foi extinta, deixando os atletas baianos órfãos de equipamentos para treinamentos.

Após a Copa do Mundo, o País já se prepara para as Olímpiadas no Brasil, em 2016. Sem data para o início das obras, um espaço para treinamentos em Salvador pode ficar cada vez mais remota. O secretário do Trabalho, Emprego, Renda e esporte, Nilton Vasconcelos, não soube precisar o início das obras e o andamento do processo. Apenas informou sobre a construção da quadra em Cajazeiras.

“Vamos inaugurar em três meses um novo ginásio para duas mil pessoas, vai atender bastante a demanda da população de lá [Cajazeiras], mas ainda não é o grande ginásio que queremos construir. O Balbininho era um equipamento ultrapassado e a quadra também não podia abrigar jogos oficiais. Há possibilidade de fazermos um equipamento como esse na própria Fonte Nova. Estamos estudando”, resumiu o gestor.

Sobre a piscina olímpica, o secretário garantiu que até o final deste ano as obras serão concluídas. “Já está adiantada [a obra], que será na Bonocô, na Fundac, a 300 metros da estação de metrô de Pitangueiras”.

A piscina foi anunciada para estar pronta antes da Copa do Mundo, o que não aconteceu. Para o Mundial Olímpicio, faltam dois anos.






 

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas