Polícia

Mulher de traficante do Bairro da Paz gastava R$ 35 mil por mês em compras

[Mulher de traficante do Bairro da Paz gastava R$ 35 mil por mês em compras ]
06 de Dezembro de 2018 às 10:04 Por: Adenilson Nunes/BNews Por: Redação BNews0comentários

Jucileide Pereira Vieira, presa durante a operação Guerra e Paz', deflagrada nesta quarta-feira (5), em combate a uma organização criminosa no Bairro da Paz, gastava em média R$ 35 mil por mês em compras em shoppings centers de Salvador. Mulher do líder da quadrilha, Roberto dos Santos, conhecido como 'Beto', que morreu em confronto com a polícia durante a operação, no condomínio onde moravam em Lauro de Freitas, a jovem de 29 anos era responsável pelo núcleo financeiro da quadrilha e agilizava a lavagem do dinheiro adquirido com o repasse de drogas.

"Eles tinham uma estratégia de movimentação financeira muito bem-feita. A gente consegue identificar o núcleo financeiro que trabalhava na lavagem dos capitais e o núcleo que fazia a movimentação do tráfico de drogas. Na questão financeira, conseguimos identificar a lavagem de dinheiro que era feita pela quadrilha. O grupo tinha imóveis alugados, usavam lojas de produtos infantis, salão de beleza para lavar o dinheiro e isso tudo vinha sendo monitorado pela polícia. A Jucilene gastava em média 35 mil reais por mês em compras no shopping center. Ela relata, inclusive, que fez plásticas pagas à vista", explicou o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil, delegado Marcelo Sansão.

A operação

Quatro homens foram mortos em confronto com a polícia e 14 pessoas foram presas durante a operação 'Guerra e Paz', deflagrada nesta quarta-feira (5) pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil e pela Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). A ação desmontou um grupo criminoso que movimentada R$ 2 milhões em drogas por mês no Bairro da Paz.

De acordo com a polícia, Roberto dos Santos, de 36 anos, conhecido como 'Beto', que liderava o grupo criminoso, foi localizado em um condomínio de luxo em Vilas do Atlântico, na cidade de Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador. No momento em que os policiais chegaram na casa, Beto correu para um dos cômodos e reagiu atirando. Ele foi baleado, socorrido para o hospital Menandro de Faria, mas não resistiu aos ferimentos.

Com o chefe da organização foram apreendidos uma pistola fabricada na Rússia calibre 9 mm, carregador, munições, um veículo e documentos falsos em nome de Marcos Silva Machado.

Já no Bairro da Paz, foram localizados Jucilene Pereira Vieira, 33, conhecida como 'Fia', Jaqueline Pereira Vieira, 20, ambas irmãs de Jucileide, Hermínio Oliveira Moreira, 43, Cristiano Cândido dos Santos, 40, Bárbara Santana Barreto, 30, Elias Cunha Braz, 33, Luan Almeida dos Santos, 18, Silvano Sena dos Santos, 25, Cristiano Timóteo do Nascimento, 32, Cleiton Couto Pinto, 22, Rodrigo Pereira Neri, 26, Eliseu Silva do Nascimento, 21, e Joilma dos Santos Reis, 26, todos presos por determinação judicial.

Conforme a polícia, nos cumprimentos de mandados de prisão de Darlan Oliveira da Silva, 25, Leandro de Jesus Ramos, 28, e Rodrigo Conceição dos Santos, 29, houve confronto. O trio foi socorrido para o Hospital Menandro de Faria, mas não resistiu.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Leia os termos de uso

jusnews

Na Sombra do Poder

Eduardo Entrevista

Mais Lidas