Codecon fiscaliza estabelecimentos comerciais durante a Liquida Salvador


Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

A prefeitura de Salvador, através da Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (CODECON), iniciou nesta segunda a Operação de Fiscalização em estabelecimentos comerciais de Salvador visando coibir práticas abusivas aos direitos do consumidor durante a campanha Liquida Salvador. A Operação vai até o dia 17/03.
 
Os fiscais da prefeitura irão observar se os valores promocionais são os mesmo praticados no ato da compra. Para o coordenador da CODECON, Rubem Carneiro Filho, se for identificada a prática de  propaganda enganosa, o estabelecimento sofrerá as punições previstas na lei. "O Código de Defesa do Consumidor assegura que o preço divulgado não pode ser diferente do praticado. Quem tentar enganar o consumidor será autuado e sofrerá as multas previstas na lei", garantiu Rubem.
 
Outras infrações comuns em períodos de liquidação serão observados como:  a garantia de troca de produtos com defeito de fabricação; ;  garantia de mesmo preço para pagamento tanto para à vista, quanto em cartões de crédito e de débito e o direito à informação nos rótulos dos produtos, principalmente os importados que devem ser traduzidos em português. Em paralelo a ação, o órgão, que é  ligado a Secretaria Municipal de Ordem Pública (SEMOP), irá realizar orientações aos consumidores sobre seus direitos durante o período da campanha nos principais pontos da cidade.
 
O consumidor que verificar algum abuso cometido deverá denunciar a Codecon, através do telefone: 3322-4817 ou pessoalmente na sede do órgão sito a Rua Chile, 03, Ed. Santa Casa - Centro.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Carnaval

Sem fiscalização, morador vende acesso de carros à Orla no Carnaval

Infraestrutura

Prefeitura intensifica fiscalização nas praias da capital baiana

Política

Prefeitura intensifica no final de semana fiscalização nas praias de Salvador

Brasil

Petrobras nega criação de empresas para evitar fiscalização do TCU