Comerciantes denunciam 'rapa' na Rótula da Feirinha


Por Redação BNews | Fotos: Vagner Souza/BNews

Após o incêndio que atingiu o Mercado Municipal de Cajazeiras na noite deste domingo (18), um leitor do BNews afirmou que fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop) recolheram mercadorias de comerciantes que trabalhavam na Rótula da Feirinha, na operação popularmente conhecida como ‘rapa’. Também em conversa com o BNews, a dona de um restaurante que ficava na ala atingida pelo incêndio garantiu que a atuação da Semop na Rótula é constante. “O pessoal quer trabalhar e não querem deixar. Recolhem a mercadoria, batem nos outros… Isso acontece sempre”, relatou.

Ao ser questionado sobre o assunto, o titular da pasta, Marcos Vinicius Passos, contestou o uso do termo. “Primeiro que não existe ‘rapa’. O prefeito mesmo disse que não será mais permitido ambulante na rótula da feirinha. Hoje estamos fazendo uma ação lá como estamos fazendo há dois meses e combatendo o acesso dos ambulantes, que atrapalhavam e sujavam a região. Isso era uma crítica da imprensa e dos moradores de Cajazeiras. As ações são para organizar a rótula”, disse.

Em entrevista coletiva sobre o incidente, Neto foi firme ao dizer que o trabalho de vendedores não será mais permitido no local. “Durante esse período de recuperação, vamos elaborar um plano de contingência. Mas é certo que não vamos permitir que os comerciantes retornem para a Rótula da Feirinha, que foi organizada e disciplinada. Foi investido muito dinheiro aqui para resolver o problema de mobilidade de Cajazeiras, e isso passava pelas intervenções viárias e pela organização do Mercado através dos seus feirantes”, declarou.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

Rosemma diz que movimento político tenta desestabilizar Mercado de Cajazeiras