Salvador, 31 de Julho de 2014
Winamp windows Media Player Real Player QuickTime
Baixar na App Store
Galaticos Online

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Auditado pelo IVC

Prima de jovens mortos na Ondina rebate Medrado: “na tese tudo é aceitável”

Por: Adelia Felix (@Twitter: adelia_felix) - 21 de Outubro de 2013 - 12h26

  • 0


Entre os presentes na missa de sétimo dia dos irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, mortos no último dia 11, que aconteceu na Paróquia da Ressurreição do Senhor, em Ondina, no final da tarde deste domingo (20), estava uma prima das vítimas, Maiane Dias Torres. “É tudo muito triste, ainda mais por se tratar da igreja em frente ao lugar que eles faleceram. Não tem um dia que a gente não lembre. A gente acorda já pensando nisso. Eu penso que é tudo mentira, que eles vão voltar. A gente só pede a Deus conforto em nossos corações porque está muito difícil”, disse Maiane ao Bocão News.



Ainda em conversa, a jovem criticou a declaração feita pelo líder espírita José Medrado, que classificou como “hipervigilância” a possível causa do acidente provocado pela oftalmologista Kátia Vargas. “Na teoria, na tese tudo é aceitável, mas na prática foram tiradas duas vidas. Nessas horas n tem teoria, não tem tese, não tem texto para tirar esse sofrimento. O que a gente diz pra uma mãe que perdeu dois filhos? É muito sofrimento”, lamenta.


Crime - Os jovens morreram após a moto que conduziam ser atingida pelo carro da oftalmologista Kátia Vargas Leal Pereira, em frente ao Ondina Apart Hotel, na Avenida Oceânica.
 
Os irmãos foram enterrados no último sábado (12). Já a médica que saiu do Hospital Aliança na quinta-feira (17), foi encaminhada para a Casa de Custódia Feminina do Complexo Penitenciário da Mata Escura, e indiciada por duplo homicídio triplamente qualificado. 

Publicada no dia 20 de outubro de 2013, às 20h24

0 Comentário

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Relacionadas

  • Auditado pelo IVC