PDG emite nota sobre reclamações dos proprietários


Por Caroline Gois

No início da tarde desta segunda-feira (5), a assessoria de imprensa da PDG na Bahia entrou em contato com a equipe do Bocão News para esclarecer a posição da empresa com relação às manifestações que estão ocorrendo diante do andamento dos empreendimentos Ikê, Tamari e Pátio Jardins, localizados nos bairros de Brotas e Imbuí.
 
No domingo (4), proprietários dos apartamentos procuraram nossa equipe e disseram que há descaso da PDG com as obras. Veja, na íntegra, a nota emitida pela assessoria da construtora
 
 
COMUNICADO 
 
A PDG comunica que vem mantendo contato com as comissões de adquirentes dos empreendimentos Ikê, Tamari e Pátio Jardins no intuito de mantê-los informados sobre o andamento das obras, bem como o prazo de conclusão das mesmas.

Matéria publicada dia 5 de fevereiro às 14h42

COMENTÁRIOS

JEANE MANSUR - 15/03/2013 - 11:23
Desisti da compra depois de ter pago 35.000,00 e eles estão enrolando a mais de 6 meses. Uma vergonha.
Vanessa Almeida - 07/03/2013 - 15:44
Prezados, Além de amargar o atraso de dois anos na entrega de um imóvel do empreendimento Ville Federação aqui em Salvador, inacreditavelmente há três meses (desde janeiro de 2013) pago condomínio, taxa extra e evolução de obra da Caixa Econômica sem ao menos ter realizado a 1a vistoria da minha unidade. Enquanto isso, estou pagando aluguel e tendo uma despesa dupla de moradia. Pago tudo em dia à PDG, mas a contrapartida não ocorre!! Essa empresa deveria se envergonhar de emitir uma nota dessa!
Luceni - 03/03/2013 - 14:01
Eu devia ter procurado informações sobre a PDG antes de adquirir. Hoje sou eu quem está sofrendo para receber o imóvel. Já perdi a graça estou triste. Cansei de brigar e não obter respostas. São 10 mese de atraso.
Lena - 27/01/2013 - 23:46
Até o momento não recebemos nosso apartamento no empreendimento Pátio Jardins pela construtora PDG. Descaso total da construtora e dos órgãos competentes que não proíbe novos lançamentos da PDG.
cleide pereira filho - 14/12/2012 - 12:21
comprei um apto da pdg em fevereiro de 2010, previsão de entrega dezembro de 2011, recebi uma carta nos convocando para uma reunião onde o sujeito falou,falou e nada ficou esclarecido.pois bem me enviarão outra carta q o empreendimento teria um atraso e q eles precisariam usar o prazo de carência vigente em contrato para terminar obra, e que o eu iria receber outro comunicado de entrega,ate o momento não recebi este comunicado,enviei um pedido de autorização pra q eu fosse vistar a obra eles me autorizaram,perguntei para o engenheiro se dava pra entregar em julho de 2012,minha vista foi em maio 2012,gente sabe o q ele me disse sinto muito só em outubro,quase voei no pescoço dele,por eu precisava do apto meu casamento ja esta marcado para setembro liguei pra pdg eles me falaram q seria em dezembro, pedi outra autorização pra vista eles me responderam q só autorização para vistoria e medição do imovel ok. esta semana liguei pra pdg novamente me informaram previsão para abril de 2013.gente ja não aguento mais ja casei to morando com minha sogra to pra morrer com essa situação eles nem se quer comunica co vc pra falar sobre o assunto. ja decidi vou entrar na justiça pode demorar 100 anos nas eu vou esperar.a justiça é lenta nas a esperança é a ultima q morre.o arrependimento
Márcia de Freitas Dantas - 17/08/2012 - 17:51
Boa tarde, Desde que assinei contrato com a PDG, cumpri com todas as minhas obrigações e planejei toda minha vida pessoal baseada no contrato assinado com esta empresa, que vem demostrando total falta de respeito e descaso com o \"sonho\" dos seus consumidores. No meu contrato a previsão inicial para entrega do empreendimento (reserva dos passáros, torre Sabiá) era Março/2012, podendo se estender até Setembro/2012, porém ao entrar em contato com a PDG para saber informações sobre a entrega recebi uma nova previsão Janeiro/2013. Casei e estou grávida morando na casa dos meus pais, aonde fica a obrigação da empresa com o consumidor? Como a PDG vai me pagar para compensar todo esse \"estrago\" com meus planos? Questionei sobre o pagamento de multa pelo atraso na entrega, e eles disseram que a empresa ainda não se pronunciou, porém o meu saldo devedor vem sendo corrigido sem eu poder fazer nada, pois só posso financiar o valor após a entrega do empreendimento. Troquei e-mails e fui pessoalmente na PDG tentar negociar a entrega ou uma possível troca de empreendimento, porém somos tratados como \"burros\" obrigados a aceitarem qualquer informação. Se eu tivesse boletos em atraso não receberia o minha unidade e a PDG não cumpre o contrato e nada acontece? Até quando as empresas vão continuar desrespeitando o consumidor? Até quando teremos que entrar na justiça para termos os nossos direitos?

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Política

Monte Tabor culpa governo por atrasos e diz não ter mais como arcar gastos

Denúncia

Funcionária da Sucop é acusada de aplicar golpe em obras da Prefeitura

Política

Odebrecht é dona de grandes obras em Angola, diz colunista

Política

 Rui Costa defende continuação de obras das empreiteiras acusadas de corrupção

Denúncia

Funcionários da LC Empreendimentos reclamam de atraso no pagamento de salários