PDG transforma sonho da casa própria em pesadelo


Por Adelia Felix

Aborrecidos por conta da não realização do sonho da casa própria, clientes da Construtora PDG, que adiquiriram apartamentos de luxo nos condomínios Ikê, Tamari, localizados no Imbui, e Pátio Jardins, que fica no bairro de Brotas, decidiram fazer outro protesto. Desta vez, o cenário foi o stand de vendas da empresa no Feirão da Casa Própria da Caixa , que acontece desde sexta-feira (5) e segue até domingo (6), no Centro de Convenções de Bahia.

O corretor de imóveis Nei Menezes, que comprou um apartamento em 2007 e até hoje não recebeu as chaves do investimento, revelou a reportagem do Bocão News, que os clientes tentam negociar com a construtora que insiste em desrespeitá-los.

"A gente tenta conciliar. E o que pedimos é o cumprimento do memorial descritivo da obra, prometem um tipo de material no apartamento e quando vamos conferir é outro, e inferior. Tentamos negociar com diretores, que dizem que tudo está correto, tudo perfeito, tudo normal. Eles insistem dizer que há problema algum, e o que nós recebemos são apenas respostas evasivas. Um total desrespeito com o cliente", desabafou.

Outra cliente da PDG, Débora Dória, que adquiriu um apartamento em 2008, não confia mais nos prazos que a construtora dá desde o período de atraso das entregas.

“Comprei um apartamento no condomínio Tamari em 2007, e o prazo de entrega era em dezembro de 2010. Recebi várias prorrogações e nenhuma foi cumprida. Agora, eles prometeram entregar em julho deste ano, mas pelo estado das obras, mais uma vez não vão cumprir. Nós somos trabalhadores, pais de famílias. Nós temos o dever de alertar outras famílias a não caírem nessa. Eles brincam com nossos sonhos, e a gente vai mostrar a outra face da PDG", relata Dória
A previsão é que as torres Ikê e Tamari sejam entregues em julho deste ano, já o Pátio Jardins deve entregue em fevereiro do ano que vem.


Vereador Sandoval Guimarães faz projeto de indicação

Durante o protesto, foi apresentado pelos manifestes o projeto de indicação de número 35/12, ao prefeito João Henrique, de autoria do vereador Sandoval Guimarães (PMDB). O projeto "alerta a população sobre o perigo de comprar um empreendimento dessa empresa", além de considerar que "várias obras estão com mais de 18 meses de atraso, para entrega das unidades.

O texto coloca ainda que cabe a prefeitura "regulamentar as concessões de alvarás de construção, para novos empreendimentos habitacionais", ou seja, que não deve ser expedido por meio da Sucom, "licenças de construção, nem alvarás para a Construtora PDG, nem habite-se até que as irregularidades sejam sanadas".

COMENTÁRIOS

Carolina - 14/05/2012 - 21:53
Sou especialista em Direito Imobiliário e faço orientação jurídica na cidade de Limeira,aos proprietários que estão sendo lesados no Morais Mais Limeira. email é cvassuncao76@gmail.com.
Tiago Vanner - 14/05/2012 - 10:07
A bolha imobiliária no Brasil está preste a pocar; e mais uma vez, pra não variar, o trabalhador pagará a espuma.
Carla Santana - 07/05/2012 - 18:14
E para meu desespero vai ficar pior! Soube através de fontes seguras que o atendimento ao cliente não vai ser mais aqui em Salvador! Se já está PÉSSIMO do jeito que está, com respostas evasivas e descomprometimento...imaginem depois!!! Se arrependimento matasse...
Proprietário de 02 no Ikê e de outros 03 imóveis de alto padrão no Horto! - 07/05/2012 - 15:16
Alguém aí por baixo, também sem se identificar, ou seja, caracterizando-se como: “Proprietário Greenville e Piatã\" fez comentários fazendo a seguinte indagação! “O QUE EU NÃO ENTENDO É O PORQUE QUE A PDG NÃO SE PRONUNCIA PARA A SOCIEDADE E DIZ QUE ESSES ATRASOS SÃO DECORRENTES DAS ANTIGAS CONSTRUTORAS NA QUAL ELA COMPROU PARA SE TORNAR A MAIOR DO PAÍS”! Amigão, eu dou a sua resposta! (1º) Quem compra empresas compram ativos, compram também passivos e responsabilidades gerais: civis, trabalhistas, etc.! São sabidamente corresponsáveis por tudo adquirido e isto jamais poderá ser usado como desculpa, procure se informar melhor, viu amigão! (2º) Eles não se pronunciam porque não estão cumprindo com o seu próprio \"Memorial Descritivo\", feito pela própria \"PDG\", entende, amigão! Tentamos por diversas vezes mostrar os erros; civilizadamente, profissionalmente e pacificamente, conversar com os diretores daqui de Salvador. Inicialmente com o Sr. Ricardo Teles, que já se desligou da empresa e posteriormente com o Sr. Rodrigo Alves, que também não tem olhos para enxergar as inconformidades gritantes que existem nos nossos condomínios, as quais podem ser totalmente, sanadas... Oportunamente; é apenas uma questão de boa vontade e honestidade conosco clientes adquirentes destes empreendimentos em questão, os \"Condomínios Ikê e Tamarí\", os quais com certeza terão tudo para serem disparadamente, os melhores condomínios do bairro do Imbuí. Amigão, outra questão importantíssima é que a incorporadora honesta descente e de bom senso, quando ocasionam atrasos superiores há 06 meses, conforme reza o seu próprio contrato, ela tem como obrigação de congelar a partir daí o saldo devedor e não mais corrigi-lo pelo \"INCC - SSA\", então, ela jamais poderia, \"premiar\", seus clientes com este \"PRESENTE DE GREGO\". Mesmo que isto não esteja em contrato, a culpa, ou os motivos desses atrasos, não interessam aos adquirentes, eles não são os culpados e se até hoje, ainda estão acontecendo, que a \"PDG\", tenha o mínimo de bom senso e seja honesta com seus clientes; como atitudes nobres e dignas, dando aqui como exemplo o GRUPO \"JHSF\" e a CYRELA, empresas que estão, oportunamente, com muita honestidade e profissionalismo, chamando os seus clientes para fazer devoluções, acertos, dando descontos nos saldos devedores e até oferecendo contra partidas mas não apenas de boca, mas com tudo documentado no papel, escrito, registrado, assinado e acordado, como manda o figurino e como reza a boa política de medidas adotadas por empresas de boa conduta, que tem profissionais dignos, responsáveis e honestos, porque sabem que seus nomes são tudo e acima de tudo, querem continuar por muitos e muitos anos como empresas renomadas em todo o nosso Brasil, dirigidas com certeza por pessoas responsáveis, dignas e normais.
Proprietária também - 07/05/2012 - 13:38
Aos outros proprietários que aqui estão colocando sua insatisfação com esta empresa meus sinceros parabéns e admiração! Aos outros que estão preocupados com a desvalorização dos imóveis, pergunto: vocês preferem receber um imóvel com qualidade duvidosa? Isto sim desqualifica o imóvel! Se todos fossem como este pessoal que não está acomodado em sua casa no fim de semana e sim fazendo este protesto, provavelmente as empresas como esta PDG teriam mais respeito aos consumidores. Empresas como esta contam justamente com a ignorância daqueles que preferem ficar no conforto de suas casas do que ingressar em uma luta como esta. VOCÊS ESTÃO COBERTOS DE RAZÃO E SOMENTE QUEM IGNORA SEUS DIREITOS É QUE DIRÁ O CONTRÁRIO!!!
Luciana Costa - 07/05/2012 - 13:31
Um alerta aos futuros proprietários que estão preocupados com a desvalorização do seu imóvel: uma manifestação como esta em nada desvaloriza estes imóveis, pelo contrário, somente demonstra que os futuros moradores querem ter um produto de qualidade e estão de olhos bastante abertos ao que está sendo feito pela construtora. Ao contrário, o que desvaloriza o imóvel é um acabamento de baixa qualidade e é justamente isto que pelo que entendi os manifestantes lutam para melhorar. QUE VOCÊS TENHAM ÊXITO NESTA JORNADA, POIS SERVIRÁ DE LIÇÃO PARA OS BRASILEIROS ACOMODADOS QUE ESTÃO SENTADOS NO SOFÁ DE BRAÇOS CRUZADOS EM UMA ESPERA SEM FIM PELOS SEUS IMÓVEIS E AINDA ACHAM QUE OS DESOCUPADOS SÃO VOCÊS... PARABÉNS MAIS UMA VEZ E BOA SORTE!!!

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Política

Pelo Twitter, Dilma Rousseff deseja feliz Natal aos brasileiros

Infraestrutura

Ferryboat: sistema opera com oito embarcações e movimento é tranquilo

Economia

Comércio deve ter o pior Natal em dez anos, avalia economista

Infraestrutura

Travessia Salvador-Mar Grande tem embarque imediato e fluxo tranquilo

Política

Zé Neto rebate irmãos Vieira Lima: “a Bahia está bem representada”