Igor Kanário pode ser preso a qualquer momento


Por Caroline Gois (twitter: @goiscarol)

Com apenas 28 anos e pouco mais de seis anos de carreira, o cantor Igor Kanário - que ficou conhecido coma  banda A Bronkka, está na mira na Justiça. Na manhã desta terça-feira ( 29) a redação do Bocão News recebeu o advogado Edson Nuno, que representa o empresário da Bronkka, Beto Bonfim. "Entramos com um protesto judicial que foi aceito pelo poder judiciário", disse Nuno ao Bocão News.

A história entre Kannário, A Bronkka e Beto Bonfim começou em 2008, onde um contrato foi firmado por quatro anos, vigente até setembro do ano passado. Mas, ele foi prorrogado e assinado até setembro de 2014. Já no fim de novembro de 2012, o cantor Igor Kanário divulgou na rede social, o twitter, que agora seria, de fato, o  'Príncipe do Gueto', informação dada com exclusividade pelo Bocão News. Nos posts, Kanário anunciou a carreira solo sem antes comunicar a vontade ao empresário. "Após o anúncio espotâneo dele houve uma tentativa da manutenção do acordo, mas ele queria fazer do jeito dele e queria a carreira solo. Não havia uma justificativa. Assim, ele pegou os empresários de surpresa já com shows marcados para o natal e reveillon", relatou o advogado.

Segundo Nuno, houve conversas com o cantor e se tentou avaliar a proposta, dar margem para que ele colocasse as músicas dele e se se sentisse ainda mais à vontade com o trabalho. "Mas, ele não disse o que queria. Inclusive, havia músicas novas que seriam lançadas", afirmou.

Após as convesars sem sucesso, Igor Kanário começou a ameaçar não comparecer aos shows já agendados da Bronkka. "Tínhamos shows marcados e ele começou a dizer que não iria comparecer e, de fato, não compareceu", disse, revelando que a média do cachê é de R$ 25 mil. "Eram mais de seis shows já agendados. Com isso, as pré-negociações
se desfizeram". A Bronkka contumava realizar sob o comando de Igor Kanário de 10 a 15 shows por mês. "Desde o anúncio da saída não realizamos nenhum", contou.




Duas ações foram movidas contra o cantor - um protesto judicial e outro que confirme que há uma quebra de relação contratual. Esta segunda ação se refere a uma ação ordinária de obrigação "de fazer e não fazer", ou seja, o artista tem que cumprir o contrato sob pena de multa e até mesmo de prisão. Por conta da decisão da desembargadora Maria da Graça Pimentel - que já acatou ao pedido de Edson Nuno, Kannário pode ser preso a qualquer momento.

Além disso, assim que ele receber a intimação - cuja decisão saiu hoje no Diário Oficial do Tribunal de Justiça da Bahia, o vocalista da Bronkka terá que pagar R$ 50 mil ao ex-empresário - já que a desembargadora determinou que a cada show feito por Igor como carreira solo o valor médio do cachê  - R$ 25 mil - deve ser pago à antiga produtora. E mais: por cada dia de descumprimento da decisão Kannário terá que pagar R$ 5 mil.

Os R$ 50 mil já equivalem a dois shows realizados por Igor - um na cidade de Eunápolis, realizado no dia 23/12 e outro em Itabuna, no dia 29/12, "nos quais ele recebeu o cachê", disse Nuno. O valor original da
multa contratual é de R$ 800 mil.

O cantor tem mais dois shows marcados para este fim de semana. Um no sábado - na cidade de Tobias Barreto e outro no domingo, na cidade de Acajutiba. A equipe de reportagem do Bocão News tentou entrar em contato com o cantor Igor Kannário, mas não obteve sucesso. "A Justiça irá onde ele estiver", finalizou o advogado do empresário.

Fotos: Roberto Viana // Bocão News
Nota originalmente postada às 13h do dia 29

COMENTÁRIOS

thyaguinhoo - 08/01/2015 - 15:09
o kanario eeeeeeeeeeeeeé o kanario, aqui e em qualquer lugar ,indempendente de qualquer coisaa, a voz do kanario vai sempre fala do gueto.....
anonimo - 08/01/2015 - 14:16
Se for prender quem usa drogas não vai ficar nem um cantor por que não prende Marcelo d2
edna borges - 29/06/2014 - 18:12
Eu não curto as musica dele e não sou fã dele mais acho um abisurdo o que tao fazendo com ele o que aconteceu no bloco dele foi um acidente quem tem que ser preso e os políticos ladrões deixe o cara em par e vão procura o que fazer
cristiana Barbosa - 27/06/2014 - 13:57
Acho um absurdo o que estão falando de Igor. Ele não tem culpa da falta de educação e do vandalismo do povo.em uma festa deveria ter mais policiamento , Igor só foi la fazer o trabalho dele...isso é uma perseguição ao canto e uma falta de respeito.
Nayara - 30/01/2014 - 12:19
Nubia Dos Santos: Isso ai e problema dele ta? Particular de cada um se ele fuma maconha ou nao isso e da conta dele ta querida cuida da sua vida ao inves de ficar falando merda nas redes sociais...
naiane rodrigues - 26/11/2013 - 10:23
independente do q aconteça eu vou ser sempre fan do kanario e vou sempre amar ele amor sem limites

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Bahia

Justiça ordena regularização do território de  quilombolas em Bom Jesus da Lapa

Polícia

Em um dia, seis suspeitos de assalto são detidos com revólveres em Lauro

Polícia

Acusado de estuprar 18 garotas de programa em Salvador é preso

Polícia

Justiça mantém prisão preventiva de guarda acusado de matar dançarino