Professores da UFRB entram em greve a partir de segunda


Por Redação Bocão News


Os professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em assembléia geral realizada nesta quinta-feira (17), decidiram deflagrar greve a partir da próxima segunda-feira (21) por tempo indeterminado.

A paralisação ocorrerá mesmo depois de a Apub (Associação dos professores universitários da Bahia) ter refutado, também nesta quinta, a possibilidade de paralisação em universidades e institutos federais da Bahia.

Confira abaixo a nota da APUB que nega a greve:

"Apesar dos boatos de que as Ifes vão parar, mais uma vez, a diretoria da Apub Sindicato reafirma que não há nenhum indicativo de paralisação ou greve e os corpos docentes da UFBA, IFBA e UFRB devem seguir com as atividades normalmente.

Todas as entidades filiadas ao Proifes Federação consideram que não é o momento para este tipo de manifestação, pois a negociação da reestruturação da carreira está em pleno andamento com os ministérios do Planejamento e da Educação.

Além disso, a presidenta da República Dilma Rousseff assinou ontem a Medida Provisória que concede o reajuste de 4% do salário e a incorporação das gratificações (Gemas e GEDBT) ao vencimento básico, conforme projeto de lei 2.203, negociado em 2011. A Apub Sindicato ratifica que os professores devem aguardar o resultado da negociação da carreira".
 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Política

Mil agentes de saúde de Salvador ficam sem salários por conta da greve

Justiça

Servidores do Judiciário só decidem por fim da greve na sexta-feira

Política

Deputados aprovam reajuste de servidores do Judiciário, mas greve não termina

Política

Servidores do Judiciário aguardam votação de reajuste para encerrar greve

Denúncia

Carros riscados: servidores da Cerb apontam retaliação por não aderirem à greve