Professores da UFRB entram em greve a partir de segunda


Por Redação Bocão News


Os professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em assembléia geral realizada nesta quinta-feira (17), decidiram deflagrar greve a partir da próxima segunda-feira (21) por tempo indeterminado.

A paralisação ocorrerá mesmo depois de a Apub (Associação dos professores universitários da Bahia) ter refutado, também nesta quinta, a possibilidade de paralisação em universidades e institutos federais da Bahia.

Confira abaixo a nota da APUB que nega a greve:

"Apesar dos boatos de que as Ifes vão parar, mais uma vez, a diretoria da Apub Sindicato reafirma que não há nenhum indicativo de paralisação ou greve e os corpos docentes da UFBA, IFBA e UFRB devem seguir com as atividades normalmente.

Todas as entidades filiadas ao Proifes Federação consideram que não é o momento para este tipo de manifestação, pois a negociação da reestruturação da carreira está em pleno andamento com os ministérios do Planejamento e da Educação.

Além disso, a presidenta da República Dilma Rousseff assinou ontem a Medida Provisória que concede o reajuste de 4% do salário e a incorporação das gratificações (Gemas e GEDBT) ao vencimento básico, conforme projeto de lei 2.203, negociado em 2011. A Apub Sindicato ratifica que os professores devem aguardar o resultado da negociação da carreira".
 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

Uefs cancela semestre de 2016.2 após greve de quase dois meses

Política

Comissão aprova anistia a servidores do Judiciário por greves entre 2009 a 2012

Manifestação

Feira: funcionários da Pirelli entram em greve por tempo indeterminado

Cidades

Setps alega 'queda de passageiros' para adiar pauta dos rodoviários