Salvador, 01 de Setembro de 2014
Winamp windows Media Player Real Player QuickTime
Baixar na App Store
Galaticos Online

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Auditado pelo IVC

Eleição da Fieb tem discussão e agressões físicas

Por: Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews) - 26 de Dezembro de 2013 - 15h35

  • 1

As eleições para a presidência da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) são só no dia 28 de janeiro mas os ânimos entre os apoiadores dos dois candidatos já estão bastante exaltados. Segundo o jornal Tribuna da Bahia, na última reunião do ano, no final da semana passada, o acirramento entre as chapas do atual presidente José Mascarenhas e do vice, Carlos Farias, foi tão grande que terminou em agressão física.

Um presidente de um sindicato partiu para cima, aos murros, de um funcionário da Fieb, por entender  que estavam querendo impugnar sua entidade e que a ação tinha partido do empregado da casa. A questão ganhou mais perplexidade quando Mário Pithom, presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitarias de Salvador, acusou os dirigentes da Federação das Indústrias de tentativa de golpe político para beneficiar a chapa que tem o atual presidente como candidato.

A denúncia apontou fatos tirados de documentos e questionou o apontamento de número 2015 emitido pelo Departamento Jurídico da casa que criava restrições de voto aos sindicatos que não se adaptassem a algumas recomendações consideradas casuísticas. Esse é o caso de nove sindicatos, que não teriam recebido a tempo a recomendação para adaptação. 

Nota originalmente postada às 10h do dia 26

1 Comentário

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

  • Jairo Pereira de Souza

    26 de Dezembro de 2013

    "Enquanto a Indústria nos outros estados crescem, exemplo de Pe e Rj, aqui nossos representantes brigam entre sí por assuntos banais!!! O que ainda resta do nosso Pólo Petroquímico criado ainda na época do saudoso Luis Vianna, é o que ainda sustenta nossa Bahia."

Relacionadas

  • Auditado pelo IVC