Vídeo: agente da Transalvador xinga homem ao ser questionado sobre obra na via


Por Tony Silva | Fotos: Reprodução

O que seria um simples esclarecimento sobre uma obra que interditou uma das faixas da via sentido a Pituba, na região do Jardim de Alah, na Orla de Salvador, terminou com agressões verbais por parte de um agente da Transalvador, na tarde deste sábado (12). O homem que fez a deenúncia e preferiu não ser identificado, gravou a situação e enviou o vídeo ao BNews relatando o ocorrido.

Segundo o denunciante, ao sair do condomínio dos pais na Orla no Jardim de Alah, ele se deparou com uma obra na esquina, que não deixou espaço para pedestres transitarem. Foi quando ele foi até os prepostos da Transalvador para obter explicações e foi destratado.

“Acompanhado da minha filha de nove anos e a amiga da mesma faixa etária, tivemos que passar nos arriscando pela pista, onde passavam vários carros. Ao voltar para o condomínio encontrei um carro com dois prepostos da Transalvador, cuja a numeração do carro era 53. Mostrei ao mesmo a situação, expliquei e perguntei como eu iria passar ali com minha filha, se aquilo estava certo e ele me respondeu assim: ‘Vá procurar o que fazer desgraça’”.

O homem ainda relata que “até quem estava ao redor ficou assustado com a resposta”. “Deixei minha filha em casa e fui até onde ele estacionou a viatura e perguntei a ele o porque ele me xingou.  O BNews entrou em contato com a assessoria de comunicação da Transalvador que informou que a situação será apurada.

Leia a íntegra da nota.

A Transalvador informa que o vídeo em que um agente de trânsito agride verbalmente um cidadão, na tarde deste sábado (12), já chegou ao conhecimento da administração da autarquia, que irá apurar a situação com rigor, abrindo processo de sindicância. Esclarecemos que, havendo comprovado excesso, sendo garantida ampla defesa, o agente será punido com as medidas administrativas cabíveis. Em tempo, salientamos que o comportamento apresentado pelo agente, registrado no vídeo, é incompatível com a política da Transalvador e não representa a conduta da corporação.

Assista:


 

COMENTÁRIOS

Conceição - 14/08/2017 - 07:20
Sr. Prefeito, Srs. representantes do Ministério Publico, Sr. dirigentes da Transalvador, como cidadã que paga imposto que contribui para pagar um sujeito desse nível solicito a exoneração desse "sujeito". Creio que a Prefeitura devia fazer uma fiscalização para verificar o que acontece com os agentes da Transalvador e Guarda Municipal. O nível de educação domestica deles é muito baixo, a arrogância é demais. isso prejudica o cidadão. É necessário fazer uma faxina retirando esses "tipos" da folha de pagamento. Esse sujeito reze agradecendo por esta vivo, o que ele disse merecia uma resposta diferente. Pense nisso "sujeitinho" pois você pode não ter outra chance.
Gilberto Amaro - 13/08/2017 - 16:05
Como é mesmo o nome do superintendente da Transalvador? Fabrizzio Muller? Pois, eis mais evidências inegáveis do tipo de tratamento que o cidadão recebe de um servidor da prefeitura. Nesse caso temos o vídeo, mas, nem sempre é possível gerar tais provas. Isso se repete em toda a cidade, com destaque para o posto de gasolina da Transalvador localizado na Estação Rodoviária. Ah, a Transalvador não é dona do mencionado posto? Pois, sempre há um preposto do órgão por lá, mesmo de madrugada, coagindo os motoristas que fazem parada naquele local. Fabrizzio Muller, seja competente e responsável e tome logo as devidas providências. Quem quer esse tipo de elemento como representante da prefeitura? Desse jeito?
Fábio Leal - 13/08/2017 - 13:38
Sindicancia? como assim? As imagens já esclarece por si só, nada muda o contexto.
paulo cesar - 13/08/2017 - 12:59
esses capachos de acm neto agora acham que são donos da cidade
Carlos - 13/08/2017 - 11:48
O dito " cidadão" quê deveria saber como é a gestão dessa prefeitura, vai querer responsabilizar um servidor quê não tem poder para resolver a tal situação. Vemos o agente trabalhando removendo o cavalo da via, como é quê ele vai dar conta de uma obra irregular da prefeitura quê é comum na cidade! O vota, e na hora quê da merda, ficam culpando os coitados dos servidores, quê trabalham sem equipamentos, sem reajustes e até sem fardamento como por exemplo a Guarda Municipal quê tem farda dada por João Henrique!
ANDRE RICARDO OLIVEIRA MACEDO - 13/08/2017 - 11:12
Mais um caso, envolvendo a arrogância e desprezo para com o cidadão que inclusive é quem paga seus salários através dos impostos. Gostaria que eles fossem eficiente para atender a população, assim como são, para aplicar multas. Esperamos que mais uma vez esse caso NÃO acabe em pizza, ou que caia em esquecimento, afinal muito provavelmente outros casos semelhantes surgirão.

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Geral

Com socos e pontapés, agentes da Transalvador são agredidos no Rio Vermelho

Salvador

Motorista é autuado pela Lei Seca após ser flagrado na contramão na Paralela

Serviços

Trânsito de Salvador sofre alterações por conta de eventos religiosos

Informe

Transalvador vai realizar leilão com 130 veículos