Após se irritar com choro, padrasto mata menina de 2 anos com socos


Por Redação BNews | Fotos: Divulgação/ Polícia Civil

Um homem foi preso suspeito de matar a enteada de 2 anos na noite de sábado (18), no Rio de Janeiro. Na Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Carlos Sandro de Oliveira confessou o crime e disse, em depoimento, que matou Katielen Camila de Oliveira Santana a socos após se irritar com o choro da menina.

De acordo com o Extra, o delegado Willians Batista informou que a morte foi tratada, inicialmente, como natural, mas gerou suspeita. Na delegacia, a mãe da vitima teria relatado não ter ocorrido nada de estranho na casa e a versão foi confirmada por vizinhos.

Mas, quando uma equipe da DHBF chegou à casa da família, na Baixada Fluminense, não encontrou Carlos Sandro de Oliveira, padrasto da menina, no local. Os agentes realizaram diligências atrás dele.

A perícia feita no corpo da menina no local do crime não foi conclusiva por não haver marcas visíveis. De acordo com o Extra, após encaminhar o corpo para o instituto Médico legal (IML), o legista diagnosticou inúmeras lesões internas na criança, inclusive com fraturas de costelas e hemorragia interna.

Durante o interrogatório, Carlos Sandro foi confrontado com as conclusões periciais e acabou confessando ter matado a criança porque teria ficado irritado. O suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio qualificado.

 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Polícia

Dois homens são mortos e um baleado durante festa em Ilhéus

Polícia

Oito integrantes de uma quadrilha são presos durante ação conjunta em Amargosa

Salvador

Agência bancária é explodida no CAB

Polícia

Vídeo: câmera registra roubo de carro no Corredor da Vitória

Política

Participantes da Parada LGBT protestam contra governo Temer