Rilza deve continuar no cargo até julgamento


Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews) | Fotos: Gilberto Júnior

A prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim (PT), deve permanecer no cargo até que a sentença seja julgada, de acordo com a advogada da petista, Maria Ivete de Oliveira. No último dia 2, a Justiça Federal determinou a perda do cargo e a suspensão dos direitos políticos da prefeita por oito anos, devido a atos de improbidade administrativa quando era secretária de educação do município.

Ainda segundo a sentença, fora estabelecido uma multa de R$ 150 mil, “ressarcimento integral do dano provocado ao erário público, a ser apurado” e proíbe a gestora “de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais, direta ou indiretamente” pelo prazo de cinco anos.

A advogada explica que a própria sentença deixa claro que a prefeita não tem qualquer responsabilidade no processo licitatório em questão. A advogada também lembrou que na sentença, o juiz determinou o reexame necessário pelo órgão colegiado, no caso o Tribunal Regional Federal, 1ª Região.

Postada às 20h08 do dia 09 de maio

Leia mais:

Justiça determina perda do cargo e dos direitos políticos de Rilza Valentim

 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Polícia

Mortes no Cabula: "Quero apenas um julgamento imparcial", diz diretor

Política

Marinheiro de 1ª viagem, Bruno Reis diz estar capacitado para novo cargo

Política

Conceição do Jacuípe: presidente da Câmara é multado por excesso de cargos

Política

João Bacelar vai discutir com governo cargos no terceiro escalão

Política

Democratas tem que continuar Democratas, defende Ronaldo Caiado em Feira