Rilza deve continuar no cargo até julgamento


Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews) | Fotos: Gilberto Júnior

A prefeita de São Francisco do Conde, Rilza Valentim (PT), deve permanecer no cargo até que a sentença seja julgada, de acordo com a advogada da petista, Maria Ivete de Oliveira. No último dia 2, a Justiça Federal determinou a perda do cargo e a suspensão dos direitos políticos da prefeita por oito anos, devido a atos de improbidade administrativa quando era secretária de educação do município.

Ainda segundo a sentença, fora estabelecido uma multa de R$ 150 mil, “ressarcimento integral do dano provocado ao erário público, a ser apurado” e proíbe a gestora “de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais, direta ou indiretamente” pelo prazo de cinco anos.

A advogada explica que a própria sentença deixa claro que a prefeita não tem qualquer responsabilidade no processo licitatório em questão. A advogada também lembrou que na sentença, o juiz determinou o reexame necessário pelo órgão colegiado, no caso o Tribunal Regional Federal, 1ª Região.

Postada às 20h08 do dia 09 de maio

Leia mais:

Justiça determina perda do cargo e dos direitos políticos de Rilza Valentim

 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Justiça

Estudante de Direito que matou namorada com 36 facadas revela detalhes do crime

Política

Justiça deixa de julgar habeas corpus de Prisco

Justiça

Julgamento do IPTU é suspenso com 7 a 1 pela constitucionalidade da cobrança

Política

Apesar de prefeito da RMS, Neto não emite nota de pesar pela morte de Rilza