Prefeito e vice de Alagoinhas podem ter mandatos cassados


Por Redação BNews | Fotos: Reprodução

A Justiça Eleitoral, realizou na última quinta-feira (27) uma audiência de ação de investigação que apura prática de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016 por parte do prefeito eleito de Alagoinhas Joaquim Neto e a vice Iraci Gama. Caso as acusações sejam verificadas,  a chapa poderá ser cassada. Nesse caso, quem assume o mandato é o presidente da Câmara enquanto novas eleições não são convocadas.

A ação traz as acusações de se valer indevidamente da medicina para captar voto, de utilizar material publicitário sem o CNPJ da coligação ou CPF, de ter se valido indevidamente da presença de Igor Kannário em um evento e de ter cometido diversos abusos na realização da convenção.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

Prefeita de Prado é multada por irregularidades em licitações milionárias

Interior da Bahia

Serra do Ramalho: vaquejada atrai cerca de R$ 10 mi para comércio, diz prefeito

Política

Prefeito assina empréstimo de US$ 105 mi pelo Prodetur

Política

Prefeito faz enquete para decidir se faz festa de São João ou compra ambulância