MP-BA investiga projeto “Escola Sem Partido” proposto na Câmara de Salvador


Por Adelia Felix | Fotos: Reginaldo Ipê

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) investiga o projeto “Escola Sem Partido”, de autoria do vereador Alexandre Aleluia (DEM). A ação foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB Sindicato).
 
O órgão solicitou que o presidente da Câmara dos Vereadores, Léo Prates (DEM), envie em 10 dias, cópias do projeto que está em trâmite na Casa. Segundo documento do MP, obtido pelo Bocão News, é investigado “eventual violação aos princípios e normas que regem o direito à educação brasileira", caso seja aprovado. O documento foi enviado para o presidente na última quarta-feira (8), pelo promotor de Justiça, José Vicente Santos Lima.
 
Para o demista, a proposta não vai de encontro à Constituição Federal. "É uma proposta que defende o resgate da família na formação educacional dos estudantes; o pluralismo de ideias e o foco na transmissão de conhecimentos nas escolas da rede municipal. O projeto combate a doutrinação ideológica e partidária praticada atualmente nas salas de aula”, afirma. 
 
Também na Câmara, a vereadora Marta Rodrigues (PT) apresentou o projeto “Escola Livre”. A proposta, segundo a vereadora, é “para garantir a pluralidade de ideias e concepções pedagógicas nas escolas públicas e privadas”.
 
- Uma audiência pública discutirá os projetos “Escola Livre” e “Escola sem Partido”. Serão convidados órgãos públicos da área de educação, deputados federais, organizações não governamentais (ONGs) e sindicatos que atuam no setor. Esta foi uma das decisões da primeira reunião da Comissão de Educação, Esporte e Lazer da Câmara. A data do evento ainda não foi definida.
 
Matéria originalmente publicada às 11h37 de sexta-feira (10)
 

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

Decisão da Justiça sobre Revitalizar deixa cúpula da Câmara ‘chateada’

Política

O Escola Sem Partido tira o sono dos comunistas até no feriado, ironiza Aleluia

Política

Situação do Centro de Convenções será alvo de debate na Câmara de Salvador

Política

Após representação, Aleluia acusa Marta de “não gostar da democracia”