Lixo em Camaçari: Luiza Maia diz que Elinaldo usará poder para beneficiar amigos


Por Alexandre Galvão | Fotos: Gilberto Júnior / Bocão News

A deputada estadual Luiza Maia (PT) ironizou o fato da empresa do filho do ex-governador Paulo Souto (DEM) ter sido contratada para fazer a coleta de lixo em Camaçari, cidade governada por Antônio Elinaldo (DEM).

“Nenhuma novidade. Eu conheço a turma por trás do bicheiro. Eles vão fazer isso, usar o poder público para beneficiar amigos”, criticou.

Ainda de acordo com a deputada, “não existe motivo” para contrato emergencial. “Não tem motivo para contrato sem licitação. Ele vai usar a mesma filosofia de ACM: ‘rouba, mas faz’”, opinou.

Vitor Loureiro Souto, filho de Paulo Souto, é um dos sócios administradores da Naturalle Tratamento de Residuos Ltda. A empresa assume a coleta do lixo em caráter emergencial da cidade de Camaçari. O novo secretário de Serviços Públicos do Município (Sesp), Armando Mansur, chegou a anunciar a medida.

CUSTO - o contrato, de 90 dias, custará R$ 5,8 milhões mensalmente, R$ 1 milhão menos que os R$ 6,8 milhões/mês do contrato suspenso pela Justiça, que a gestão passada firmou em outubro.

Matéria relacionada:

 

COMENTÁRIOS

Diones Silva de jesus - 04/01/2017 - 19:47
Quanto eles contrata empresa pra roubar povo de camaçari muitos que trabalhava na limpec ficam tudo desempregado falta de competência a esses governo e prefeitos que entra na prefeitura de vez ajudar os povos faz e que os povos fiquem desempregado falta de consciência acham que só eles presiza de receber salario todo mês he?

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Política

PT discute fechar questão para eleição na Câmara e passa a considerar Jovair

Brasil

Presidente do PT quer apoio para lançar candidatura de Lula em abril

Política

PT quer investigar enriquecimento ilícito de filiados envolvidos em corrupção

Política

"Wagner representa um PT melhor", aponta Moema Gramacho

Política

Prefeitura de Itabuna contrata empresa de lixo por R$ 3 milhões