Petição online pede soltura da médica Kátia Vargas


Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

Uma petição online foi criada a favor da soltura da médica Kátia Vargas Leal Pereira acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes dias no dia 11 de outubro, na Ondina. A petição, que já possui 2.250 assinaturas, será encaminhada ao promotor Davi Gallo. 
 
O documento defende o argumento de que “(...) uma colega médica está presa sem que seu direito constitucional em responder ao processo no qual figura como ré em liberdade esteja sendo observado"(sic).

O autor da petição escreveu ainda a seguinte mensagem. "Ilmo. Promotor David Gallo: Kátia Vargas é médica, tem residência e emprego fixos, é ré primária e não se constitui em risco à sociedade. Ela tem o direito assegurado pela Constituição em responder ao processo em liberdade".

Com o título "SOLTEM KATIA", a petição está aberta ao público no site Avaaz.org 

Publicada no dia 23 de outubro de 2013, às 11h54

COMENTÁRIOS

Cláudia - 24/10/2013 - 20:11
Eu queria que estes médicos imbecis se colocassem no lugar desta mãe, coitada ,que perdeu seus dois filhos por causa de uma medíocre ,assassina ,que passou por cima de dois seres humanos como se fossem duas baratas. Se coloquem no lugar dela. Se fossem seus filhinhos queridos que tivessem sido esmagados, vcs não iam querer só a prisão para esta miserável, vcs iam querer queimar ela viva. Então parem de fazer merda e deixe a justiça trabalhar. Por sua prepotência, mediocridade, ela vai pagar pelo que fez. Não vai trazer estes meninos de volta, porém, ela nunca mais vai fazer o que fez.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Windows Media Player Winamp QuickTime Real Player

RELACIONADAS

Polícia

Acusado de matar representante comercial, no Pau Miúdo, é apresentado pela DHPP

Política

Mulher do vereador Palhinha é acusada de ser funcionária-fantasma na Câmara

Denúncia

Funcionária da Sucop é acusada de aplicar golpe em obras da Prefeitura

Denúncia

Médico do Santa Izabel é acusado de dificultar alta médica de paciente