PM descarta possibilidade de paralisação


Por Redação Bocão News

Após a Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra-BA), anunciar a eminência de paralisação por parte da categoria para a próxima terça-feira (31), o comandante geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), coronel Alfredo Braga de Castro, descartou a possibilidade de o estado ficar sem o serviço de segurança às vésperas do carnaval.

Em entrevista ao Programa do Bocão, na manhã desta sexta-feira (27), na Rádio Sociedade, o comandante fez duras críticas a  Aspra-BA, afirmando que a associação não tem representatividade legal para dialogar com o governo em nome da categoria. Castro foi enfático ao assegurar o serviço com 100% dos policiais realizando o trabalho em todo o estado.

O pronunciamento foi em resposta às declarações do coordenador geral da (Aspra), soldado Prisco, que em entrevista ao Bocão News afirmou que o dia 31 – data da assembleia geral – é o dia “D” para os policiais e bombeiros da Bahia. “A principio a paralisação é por tempo indeterminado”, declarou Prisco. Segundo o coordenador, na assembléia – às 15h, no Ginásio dos Bancários, em Salvador – “10 mil policiais militares e lideranças nacionais deverão decidir se haverá, ou não, a paralisação”.


COMENTÁRIOS

Fernanda - 02/02/2012 - 20:59
Eu cidadã comum apoio a greve,sim! A cidade está um caos:lojas baixando suas portas,pessoas apavoradas com os boatos de arrastão e o poder não ver isso? É necessário isso GOVERNADOR? Eles protegem a gente tanto a mim quanto a você também e sua família e estes homens guerreiros que saem de casa para proteger a gente merece atenção e respeito pois os mesmos também tem suas famílias e nem sabem se voltam para casa! Solução já! Eles merecem mais do que pedem de reivindicação. Eu apoio todos vocês guerreiros! Sorte e Sucesso!
Eu mesmo. - 31/01/2012 - 10:55
SÓ FUNCIONA NA MARRA, NA BASE DO CHICOTE. NÃO É ASSIM QUE ACREDITA O GOVERNADOR? QUE SOMOS BURRO DE CARGA? OBEDIENTES E SEM RACIOCÍNIO! ENTÃO QUEREMOS VER SE ESSES \"BURROS DE CARGA\" PARAREM OQUE ELE IRÁ FAZER COM O CARNAVAL, RAPIDAMENTE VAI SE AJOELHAR E CUMPRIR NOSSAS REIVINDICAÇÕES, AI VAI FUNCIONAR, O PROBLEMA É QUE SÓ TEMOS CORAGEM DE FALAR AQUI, E O COMANDANTE GERAL TA FALANDO POR ELE MESMO, PELA CADEIRA DELE, POIS A TROPA ESTA INSATISFEITA, É HORA DE DAR MELHOR SALARIO E CONDIÇÕES A PM-BA. PARALISAÇÃO JÁ.
Jose - 31/01/2012 - 08:53
A insatisfação é grande os direitos é negado dia a dia na coorporação e os deveres são cobrados com abuso de poder cade a URV, Habilitação Pm entre outros direitos ja vencidos na justiça é ridicula a situação salarial do PM queremos salario digno não esmolas chamadas de gratificação cade a garantia de ascenção profissional somos os primeiros a trabalhar \"escravizados e os ultimos a serem lembrados quando diz respeito a nossos direitos queremos justiça e apoio a greve se o governo nmão atender o nosso justo clamor.
Jandir Araujo - 30/01/2012 - 12:03
Dia 31 as 15h Mostraremos nossa insatisfação. Força e União pelos nossos direitos.... Essa é a nossa vez, como estados menores podem dar melhores condições e a Bahia não. Qual o PIB Sergipe, Maranhão e qual o da Bahia?
Caio - 30/01/2012 - 11:59
A imprensa deveria entrevistar os praças para confirmar a insatisfação da tropa. Trabalhando em eventos particulares sem receber (PMBA segurança privada), Armamento velho e sem manutenção, Viaturas sucateadas ou maquiadas, Maior parte dos motoristas sem curso algum, Alimentação nos eventos de péssima qualidade ou até mesmo vencida, O policial chega a Cabo depois de 25 anos de carreira, entre muitos outros problemas. O governo vindo dizer que valoriza o servidor?
gaje bahia - 30/01/2012 - 02:14
ai eles vao ver u valor q a policia tem!!!!!

Carregar mais comentários.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS