Presidente do TJ-BA empossa nova juíza Carla Graziela Constantino


Por Redação Bocão News | Fotos: Ascom / TJ-BA

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, empossou a juíza Carla Graziela Constantino como mais nova magistrada do Tribunal, em solenidade realizada nesta terça-feira (10). A solenidade aconteceu no Gabinete da Presidência e contou com as presenças do desembargador José Edivaldo Rotondano e da procuradora geral da Justiça, Ediene Lousado, além de familiares da magistrada.
 
“Estou muito feliz. Vou reunir o que eu queria: estar em meu estado e exercer a minha profissão, para a qual eu me sinto melhor preparada, pois é a profissão que eu escolhi”, disse a juíza, aprovada no concurso de 2013 e que tomou posse graças a um Mandado de Segurança. “O Tribunal de Justiça a recebe de braços abertos”, completou a presidente, antes de abraçar a nova magistrada.
A juíza Carla Graziela Constantino é bacharel em direito pela Universidade Federal da Bahia. Desde a formatura, em fevereiro de 2011, a magistrada vem dedicando-se à carreira, passando em concursos seguidos. Assessora do Tribunal de Contas do Estado (TCE), promotora no Ministério Público do Estado, juíza-substituta em Santos, São Paulo, foram das funções exercidas por Carla em menos de seis anos.
 
"Como juíza substituta, trabalhei nas varas criminal, cível, Fazenda, Família e Consumo, porque era em regime de rodízio, quando faltava um titular eu era deslocada. Foi um pouco de tudo”, disse. Natural de Irecê, na região central da Bahia, estava trabalhando como promotora de Justiça em Seabra, na Chapada Diamantina, quando atendeu ao chamado para tomar posse como juíza do Tribunal de Justiça da Bahia. “Amo Seabra, vou sentir falta”, disse a nova magistrada.

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Justiça

PGE se posiciona a favor do Uber em Salvador

Política

TJ-BA pode desativar comarcas no interior por causa de orçamento apertado

Justiça

Decreto do TJ-BA cria cartório Integrado das Varas de Consumo em Salvador

Justiça

"Lava jato" rebate críticas do Estadão: “peca pela frágil análise"