Suposto namorado de Emílio Santiago pede pensão na Justiça


Por Redação Bocão News (Twitter: @bocaonews)

O professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UERJ), Márcio Tadeu Ribeiro Francisco, alega ter sido parceiro conjugal do cantor Emílio Santiago por 18 anos, de acordo com a coluna de Leo Dias, do jornal O Dia. Segundo o colunista o professor deu entrada na Justiça para ter direito a pensão. O caso está na 4ª Vara de Família do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.
 
Márcio Tadeu luta para que seu relacionamento seja considerado como uma união estável e possa receber uma pensão. Não se sabe o valor da herança deixada por Emílio Santiago, mas o cantor era dono de imóveis pelo Brasil e um apartamento em Nova York, nos Estados Unidos, além de carros e joias. Alcione e Leny Andrade são testemunhas da relação no processo.
 
Emílio Santiago morreu no dia 20 de março de 2013, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC).

COMENTAR

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

RELACIONADAS

Justiça

Justiça bloqueia R$ 38 milhões do Facebook por não liberar informações

Economia

Justiça revoga liminar que garantia Odebrecht em licitação da Petrobras

Política

Vereador do Rio é suspeito de ficar com salários de servidores da Câmara

Brasil

Justiça do Rio manda bloquear WhatsApp em todo país

Polícia

Homem que matou dona de casa na frente da filha era namorado dela, afirma PM