Salvador, 20 de Abril de 2014
Winamp windows Media Player Real Player QuickTime
Baixar na App Store
Galaticos Online

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Auditado pelo IVC

Baterista do Estakazero é baleado na cabeça

Por: Patrícia Costa e redação - 19 de Julho de 2011 - 15h16

  • 0

Foto: Reprodução/Facebook
.

A redação do Bocão News recebeu em primeira mão a informação sobre o crime contra o baterista do Estakazero, Paulo César Perrone Junior, 32, que foi baleado no início da tarde desta terça-feira (19), por volta das 13h30, na Rua Jaracatiá, no bairro do Caminho das Árvores (Pituba), próximo a loja Aquarela Festas. Ele foi socorrido pelos agentes da 35ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), do Iguatemi, para o Hospital Geral do Estado (HGE), onde permanece em estado grave.

De acordo com a polícia, Paulo conduzia um Fiat Uno, placa JSP-2031, da empresa de Paisagens & Decorações Lú Roriz, quando dois homens passaram a bordo de uma moto e efetuaram cerca de dois disparos que atingiram as janelas traseiras do veículo. Um das balas atingiu a cabeça do músico que perdeu o controle do carro e bateu na traseira de um Fiesta preto, placa NYR-0770, conduzido por George do Amor Divino de Jesus, 27.

"Recebi uma pancada na traseira do veículo e, logo em seguida, ouvi barulho de dois tiros. Só deu tempo de abaixar e proteger uma menina de 11 anos que eu estava indo levar para a escola", conta George que afirma ter visto dois homens em uma moto atirando contra a vítima.



O trânsito ficou lento na região
 

Segundo testemunhas, um dos homens após atirar contra o veículo, desceu da moto e foi até o carro, onde procurou por algo. Logo em seguida, a dupla fugiu. Investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) trabalham com a hipótese de saidinha bancária pois foi encontrado um envelope do Banco do Brasil, que foi descartado pelos assaltantes próximo ao veículo.

Segundo a mãe de Paulo, Maria Lúcia, que chegou ao local do crime bastante abalada, ela não soube informar se o filho havia ido ao banco sacar algum dinheiro. Mas segundo familiares, Paulo  teria entrado em contato com a namorada informando-a que iria ao banco.

A polícia informa que imagens de câmeras de circuito interno de prédios, localizados nas proximidades da cena do crime, poderão ajudar a esclarecer o fato, mas também não descarta a piossibilidade de tentativa de latrocínio.
 
HGE


Amigos, familiares e colegas de trabalhos de Perrone, como é conhecido, aguardaram ansiosos no hospital por notícias sobre o estado de saúde do músico, que está há um ano na Estakazero. "É uma pessoa excelente, carismático. Perrone é mais que um amigo é um irmão", disse Márcio Oliver, um dos integrante da banda.
 
Além da Estakazero, Paulo desenvolve outros trabalhos como baterista. Com o cantor Márcio Mello, por exemplo, os dois tinham um show marcado para o próximo dia 22, em Belo Horizonte. "Depois dessa tragédia nossos planos mudaram. Perrone é um cara super tranquilo, do bem, talentoso demais e com certeza vai sair dessa e vamos seguir em frente", disse confiante.
 
Márcio ainda fez questão de ressaltar a falta de segurança na cidade. "O pior de tudo é que ainda tem gente achando que Salvador é uma cidade maravilhosa, mas não é mais. Infelizmente é uma cidade desgovernada", criticou.
 
De acordo com informações do primo da vítima, que preferiu não se identificar, Paulo passou por duas cirurgias e está em coma induzido, mas deve ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ainda nesta noite. Conforme a tia de Perrone, a médica Flávia Roriz Viana, a bala atingiu a têmpora esquerda do músico, mas não ficou alojada. "O socorro foi imediato e a equipe médica está se empenhando ao máximo para salvá-lo. Inicialmente, tudo o que os médicos tinham que fazer já foi feito e agora é só aguardar como ele vai reagir ao procedimento cirúrgico", disse ela.




Fotos: Paulo Macedo/Bocão News

0 Comentário

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Relacionadas

  • Auditado pelo IVC